sexta-feira, 8 de junho de 2012

post longo: texto do meu diário+feriado

" Eu não queria chorar, não queria me mostrar fraca.Não queria me permitir ser magoada por mais ninguém.Não posso chorar.
 Mas eu não quero sair para lugar algum porque sei que não vou me divertir, mas também não queria ficar sosinha, como sempre.
 Queria que me deixassem apodrecer sosinha, ou se importassem de verdade e tentatassem entender em vez de julgar.
 E o mais triste é que tenho que escrever tudo em um papel porque ninguém tem o dom de simplesmente escutar.São todos ótimos faladores-por-falar-que-falam-a-primeira-coisa-que-lhes-vêm-à-mente, mas péssimo ouvidores-que-avaliam.

Estou cansada de tudo e todos.Estou cansada do colégio com cercas, dos sistemas de avaliação,do politicamente correto, do teatro e da encenação das pessoas.De ouvir os mesmo discursos da falsideda das pessoas e principalmente da conformidade de todos em viver dessa forma miserável e achar que é o mais correto a fazer, achar toda essa merda muito bela, uma criação divina, a mais bela obra de Deus*.Pois se Deus fosse um artista, seria um artista abstatista.Porque, apesar de toda obra abstrata ser uma grande bosta, de não parecernada com nada, as pessoas fingem que vêem um profundo significado e admiram, pois a roupa do rei só é invisível para os burros, e ninguém quer parecer burro**.
Só que tudo isso é um enorme e entediante museu de arte sem saída.
Estou cheia de códigos, segredos e mentiras,das pessoas e seus labirintos.
Para mim são todos uns bostas que tem medo de se questionarem e não acharem respota, então ficam "por isso mesmo".
 E eu, mais idiota ainda, por insistir em achar que toda essa droga provém de outra bosta e que tem que existir uma porcaria de resposta, em vez de calar a boca do pensamento e esperar minha vez.
 Que bela bosta de mundo em que vivemos.Que bela bosta de sociedade nos tornamos."

 E essa é minha linda visão de mundo.É um texto do meu diário do dia 04/06, quando estava muito mal e muito irritada, pelo que deu pra perceber.
*-Não acredito em Deus, mas respeito quem tem sua crença e não tenho a intenção de ofender ningué, por favor, não levem para o lado pessoal.
**-faço uma analogia ao conto "A roupa do rei", não vou contar aqui para não aumentar ainda mais o post,mas quem não conhece é só procurar no google.

Não aguento mais miar,minha garganta dói, meu peito dói.Quinta feira fui pra casa do meu primo, foi legal porque vi um amigo que não via há muito tempo, estava com saudades.Fumamos e claro, compulsão antes e depois da larica, nem acredito que miei lá.No início não consegui, me deu bloqueio porque sabia que tinha gente lá, mas depois nem me importei.Fomos dormir, e de magrugada eu acordei, comi, miei e fui me deitar,mas me bateu uma tristeza horrível,quis morrer, pensei em tomar uns remédios tarja preta do nosso amigo que mora com meu primo, mas não ia fazer isso com eles, comecei a chorar alto, acordei todo mundo, meu primo veio ver o que estava acontecendo

Tem uma coisa que acontece comigo, não sei se acontece com todas que miam há algum tempo, mas quando eu como imediatamente eu quase vomito, mesmo sem ir lá e forçar.As vezes consigo vomitar sem usar os dedos, sei de algumas bulímicas que não usam nada nada na garganta para vomitar.Esses dias usei a escova de dentes como um médico usa espátula para ver a garganta, não para provocar vômito, mas para manter a garganta aberta para passar a comida.

Amanhã vou comer só um pedaço de salmão no churrasco em "família" e domingo se der farei NF, e me exercitarei todo o fim de semana, que nem hoje, que desci mil paradas antes e caminhei do meu colégio até em casa (mais ou menos 1h30).Segunda acho que começarei a dieta Dukan com umas meninas do face, queria convidar quem não está fazendo nenhuma dieta para participar!

Não quero mais miar, por mais que isso não dependa de mim, prometo que não farei mais, que engorde, que aprenda!Não vou mais poder comer pensando "depois eu ponho pra fora", se comer saberei que engordarei certo.Rezem por mim, rezem para que eu ache um caminho de volta ao controle!

2 comentários:

  1. hey floor , espero que voce consiga nao miar mais , compulsoes acontecem , mais tente evitar , em relaçao a dieta me passa pra min poder fazer tabem ?? bjinho e boa sorte flor

    ResponderExcluir
  2. Oi querida
    Ainda bem que vc procura algum jeito de espressar tudo que está sentindo e isso é uma bela forma.
    A minha garganta dá um trava quando eu sinto que alguém esta por perto.Eu uso a escova para provocar a ância e os dedos para puxar a comida para fora.È mais fácil quando vc provoca provoca e provoca e sai bastante.Eu achava que era só eu que conseguia miar sem os dedos,eu só me curvo lá e sai sozinho,depois que eu enfio a escova ehehe
    Eu tb estou precisando urgentemente parar de miar,então força para nós guria
    Beijos minha linda,um maravilhoso fim de semana para vc bem controlado

    ResponderExcluir